terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

A Raposa e o Corvo


Certa manhã de verão em que o sol esquentava os campos...


Um corvo saltava, contente, num galho de árvore. Havia pego um grande pedaço de queijo numa fazenda e pretendia encher a pança.


Não muito longe dali, uma raposa faminta perambulava. Ela ouvia sua própria barriga vazia roncar e não encontrava nada que pudesse comer.


Então a raposa viu o corvo no alto da árvore. O pássaro brincava satisfeito, com seu saboroso queijo no bico.



A raposa ficou com água na boca quando viu o queijo...
E com a esperteza aguçada pela fome que sentia, teve uma idéia para come-lo.


-Bom dia compadre! Ela cumprimentou o corvo, cheia de agrados. -Venho de muito longe para escutá-la, porque ouvir dizer que ninguém tem um canto tão melidioso...


O corvo encheu o peito, orgulhosamente, para lançar um de seus terríveis grasnidos. Mas, assim que abriu o bico, o queijo caiu nas mãos da astuta raposa!


A raposa engoliu o queijo num segundo. E foi embora, satisfeita, rindo-se do corvo por ser tão tonto e vaidoso.


Mas o corvo aprendeu a lição: nunca dar impotância a bajulações de falsos amigos.


Conheça outros títulos da coleção!


Esse é um produto da Girassol Brasil Edições Ltda
e VC pode adquiri-los em lojas do ramo ou pelos sites:



(*Postado com Permissão)

2 comentários:

  1. gostei muito da historia pena que nao e essa a verçao verdadeira beijos jamilly

    ResponderExcluir
  2. Oi Jamily... Graça e Paz! Seja bem vinda e volte sempre! Não tenho outra versão, mas é bom saber que existe! Tenho outras fábulas em slides mas, não tive condições financeiras de recupera-las, ainda. Um dia conseguirei! Fica com Deus!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...