Tradutor

terça-feira, 19 de agosto de 2014

Projeto Missionário


Encontrei esse vídeo que fala como desenvolver um projeto missionário. Assista as dicas, elas são muito importantes e relevantes! Sonhe, realize!

Pastor Leandro Alencar

quinta-feira, 10 de julho de 2014

Ouvindo a Voz de Deus

O menino Samuel


Objetivos: Possibilitar às crianças experiências que as levem a reconhecer que o conhecimento e a intimidade com Deus adquirido através da leitura da sua Palavra, da oração, da frequência à Igreja são necessários para que possamos fazer a sua vontade e ouvir a voz de Deus.

Ambientação: Mesa coberta com toalha, tendo sobre ela uma Bíblia, um boneco e uma boneca ou a turma dos aventureiros, um globo terrestre, uma planta natural e um peixe vivo dentro de um pequeno aquário. Ter uma caixa grande enfeitada como Bíblia para que alguém possa vestir e conversar com as crianças.

Versículo tema: “Se ouvires a voz do Senhor, teu Deus, virão sobre ti e te alcançarão todas  estas bênçãos” Deuteronômio 28 . 2


Abertura: Hoje é o primeiro dia da EBF, portanto, é o dia de explicar, nesse mo- mento da abertura, sobre as regras e combinados. As crianças devem ser acolhidas com alegria e elogiadas por terem escolhido passar esses dias de férias na Casa do Senhor. Diga às crianças o tema da EBF e o tema desse dia. Peça que repitam. Diga-lhes que devem decorar esses temas e os versículos que serão ensinados na oficina de história, pois no último dia teremos um presente especial para todos os que conseguirem decorá-los. Explique que temos na mesa do altar alguns elementos que devem nos fazer pensar em algumas coisas, no dia de hoje, para nos ajudar a fixar o assunto do dia. Hoje, temos a Bíblia que é o motivo de estarmos reunidos: estamos aqui para aprender da Bíblia, pois esta é uma Escola “Bíblica” de Férias! Temos na mesa os bonecos que representam cada criança que veio à EBF; temos um globo terrestre que representa a nossa missão que começa onde nós estamos e vai se estendendo por todo o mundo; temos uma planta e um peixe vivo que representa a natureza que Deus criou que é mais uma forma, além da Bíblia, de Deus estar mostrando a nós quem Ele é.

Leitura Bíblica: Provérbios 4. 20-27 “Filho, preste atenção no que eu digo. Escute as minhas palavras. Nunca deixe que elas se afastem de você. Lembre-se delas e ame-as. Elas darão vida longa e saúde a quem entendê-las. Tenha cuidado com o que você pensa, pois a sua vida é dirigida pelos seus pensamentos. Nunca fale mentiras, nem diga palavras perversas. Olhe firme para frente, com toda a confiança; não abaixe a cabeça, envergonhado. Pense bem no que você vai fazer, e todos os seus planos darão certo. Evite o mal e caminhe sempre em frente; não se desvie nem um só passo do caminho certo.” Peça a uma criança que leia o texto em sua Bíblia para todos ouvirem. Comente o texto bíblico, dizendo que ouvir a voz de Deus significa também obedecer. Para obedecermos é necessário entender que isso é importante pra nós, que escolher fazer as coisas certas significa decidir não fazer as erradas. Isso é algo que é possível a todos que queiram, são decisões conscientes que podemos tomar por que somos livres.


Sensibilização: Tenha a pessoa vestida de Bíblia. Traga-a para que converse com as crianças sobre a vontade de Deus. Ela deve dizer às crianças que nas suas páginas estão narradas várias histórias sobre o amor de Deus e o Seu relacionamento com as pessoas. Lá, ao longo das histórias,  Deus vai revelando os seus segredos e nos ensinando a andar do jeito que Ele se agrada. Somente quando abrimos a Bíblia, e a lemos e entendemos o que Deus espera de nós, podemos fazer a sua vontade e assim agradar o coração de Deus. Como por exemplo: amar as outras pessoas, orar pelos que nos perseguem retribuir o mal com o bem, atender aos necessitados, suportar os outros, perdoar até perder a conta e tudo mais que faz de nós pessoas que agradam a Deus. Agradeça pela visita da Bíblia e se despeça dela. Diga às crianças que já sabemos o que devemos fazer: ler a Bíblia, descobrir a vontade de Deus e obedecer. Convide as crianças a levantar as mãos: aquelas que desejam tomar a decisão de separar um tempo para estarem lendo a Bíblia e orando.

Oração: Pelas crianças, para que Deus lhes fortaleça o propósito de separarem um tempo para aprenderem mais sobre Deus e que faça desses momentos, experiências muito prazerosas. Pelo dia da EBF que está começando crianças, mas nenhum recurso vai ocupar o lugar de uma história bem contada e com as devidas entonações. No material anexo, estamos sugerindo a confecção de uma almofada de feltro com cenários dessa história e bonecos móveis. Observe o passo a passo da confecção desse material no site.

Lição: Samuel, um menino que aprendeu a ouvir a voz de deus. Nas palavras de: Rogeria de Souza Valente Frigo

Chegou o dia da festa no templo. Todos os israelitas iam ao templo para festejar, cantar louvores a Deus e rever os tantos amigos que todos os anos se reuniam nas festas do templo. Juntos adoravam a Deus e se alegravam. Ana não via motivos para estar alegre. Ela foi ao templo junto com seu marido, mas não se sentia feliz. Não queria rever as amigas dos anos anteriores. Todas estavam casadas e com filhos... Só Ana ainda não tinha filhos. Ana estava sabendo que não poderia tê-los. Sentia-se muito infeliz. Sempre quis ter filhos, trocar fraldas, ensinar a andar, cuidar, embalar, levar para a escola... saber que jamais teria um filho seu era a pior notícia que poderia ter tido. Seu marido era maravilhoso. O melhor marido com que qualquer mulher podia sonhar. Ele amava a Ana, cuidava dela e sempre lhe era atencioso. Mas Ana não conseguia nem olhar pra ele. Ficava de cabeça baixa triste e envergonhada... não conseguia pensar em outra coisa que não fosse a criança que nunca poderia ter. Seu marido a havia convencido a ir naquela festa... e lá estavam... mas Ana, não conseguia se alegrar. Os amigos conversavam, comiam e perguntavam uns sobre as novidades dos outros. Perguntavam a Ana se ainda não tinha um bebê e ela respondia balançando a cabeça sem nem conseguir falar sobre o assunto. Ana nem conseguia comer de tão triste que estava.


Esperou que todos tivessem se distraído e foi sozinha para o templo. Ela entrou na casa de Deus. Queria estar só, para falar com Deus. E quando se viu sozinha, começou a chorar. Chorou muito, enquanto falava baixinho com Deus. Eli, o sacerdote, era um homem velho e bom. Já havia visto Ana na festa nos outros anos, mas nunca assim tão triste e chorando. Pensou até que ela estivesse bêbada... chegou bem perto de Ana e lhe perguntou o que estava acontecendo. Então ela lhe disse que estava falando com Deus. Disse que estava pedindo por algo que queria muito receber.


Eli lhe disse que tinha certeza de que Deus a ouvira. Depois de orar, Ana sentiu-se melhor, sabendo que Deus a ouvira. Ela havia contado a Deus o seu problema e Deus a ajudaria. Estava contente de ter ido à casa de Deus para orar,  e voltou para a festa. Dias depois, ela e seu marido voltaram pra casa e não demoraram muitos dias para Ana dar a notícia a seu marido. Eles estavam esperando por um neném. Deus havia ouvido sua oração. Ana estava grávida! Seu filho nasceu lindo e cheio de saúde. Ana resolveu lhe dar o nome de Samuel (que significava: “do Senhor pedi”) e decidiu que ele serviria a Deus para sempre. Disse: Eu o ensinarei a amar a Deus! Ana mostrou seu bebê para todas as amigas e disse lhes o quanto estava feliz.


Ana voltou a orar.  Agradeceu a Deus por Ele ter ouvido a sua oração e ter- lhe dado seu filhinho. E, desta vez, Ana estava muito feliz ao orar. Quando Samuel deixou de mamar, Ana sabia que era o momento de cumprir o que havia prometido a Deus. Arrumou Samuel e foi com seu marido ao Templo para entregá-lo para lá viver e aprender a amar e a servir a Deus. Entregaram Samuel ao sacerdote Eli,  e adoraram a Deus. 


Samuel crescia e tanto Deus como as pessoas estavam cada dia mais contentes com ele. Era um menino que gostava de fazer a vontade de Deus, respeitoso com as pessoas e com as coisas de Deus, responsável e atencioso. Ele ajudava Eli na adoração no Templo de Deus. Certa noite, quando Eli já estava dormindo no seu quarto e Samuel dormia no templo, O Senhor Deus chamou seu nome: - Samuel! Samuel!


O menino respondeu: - Estou aqui! E correu para onde estava Eli e disse: - O senhor me chamou? Estou aqui! Eli não entendeu o que estava acontecendo e disse que não o havia chamado, mandando que voltasse a se deitar. O menino obedeceu. Então o Senhor voltou a chamar Samuel e o menino tornou a se levantar e ir até Eli que novamente o mandou se deitar e afirmou não tê-lo chamado. Era a primeira vez que Deus falava com Samuel por isso ele não o conhecia. Então, pela terceira vez, Deus chamou Samuel pelo nome e pela terceira vez ele se levantou e foi até onde estava Eli, dizendo: - O senhor me chamou? Eu estou aqui. Só dessa vez o sacerdote Eli compreendeu o que estava acontecendo. Ele entendeu que Deus estava querendo falar com Samuel. Eli mandou que Samuel voltasse para sua cama e se fosse chamando mais uma vez que respondesse: - “Fala Senhor, que o teu servo ouve.”


Aconteceu que ao voltar para a cama, mais uma vez Samuel ouviu o Senhor chamar o seu nome; - Samuel, Samuel! - Fala Senhor, que o teu servo ouve! – ele respondeu. Naquela noite Deus queria mandar um recado para o sacerdote Eli sobre os problemas com a sua família. Deus estava muito triste com o comporta- mento dos filhos de Elias. No dia seguinte, pela manhã, Samuel deu o recado de Deus para o sacerdote. Samuel cresceu e Deus continuou falando com ele. E todo o povo reconheceu que Samuel era um profeta de Deus.

Motivação para conversa: Samuel era um menino que tinha atitudes que agradavam a Deus e àqueles que conviviam com ele. Foi isso que fez com que Deus visse nele alguém com quem poderia falar. Para ouvirmos Deus, precisamos ter intimidade com Ele; podemos conquistar essa intimidade lendo a Bíblia frequentemente, para conhecer e fazer a vontade de Deus, separando tempo para estarmos falando com Deus diariamente e amando as outras pessoas (ajudando a quem precisa). Deus quer ser nosso amigo, quer caminhar conosco só precisa que nós também desejemos a mesma coisa.

Anexos








Obs. Essa é uma postagem parcial do conteúdo da EBD Metodista - 2014. Que tem por objetivo divulgar e facilitar o acesso a esse precioso material. Inclusive somos muito grato pela liberalidade de disponibilizar gratuitamente um material tão rico e abençoador!


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...