sábado, 13 de abril de 2013

Aventura no Mar


Aventura no Mar

O apóstolo Paulo viajava por muitos lugares contando as histórias sobre Jesus e a sua mensagem. Isso nem sempre foi fácil. Ele enfrentou perseguição, e , inclusive, chegou a ser preso.


Certa vez, quando estava preso e sendo levado de navio para Roma para ser julgado pelo imperador, viveu uma grande aventura em alto mar. Junto com ele, no navio, havia vários presos que estava sob os cuidados do oficial romano Júlio. Tudo parecia que iria correr bem. O vento estava fraco, o navio levantou âncora e foi suavemente deslizando sobre as águas.


Mas. De repente, um vento muito forte começou a soprar e levou o navio para outro lugar. Para evitar o perigo de ficarem encalhados, os marinheiros baixaram as velas e deixaram que o navio fosse levado pelo vento. E assim durante muitos dias o vento soprou forte e as pessoas ficaram apavoradas e diziam: - Nós não temos mais esperança! O navio não vai aguentar e vamos morrer nesta tempestade!


Então Paulo ficou de pé no meio deles e disse: - Tenham coragem. Ninguém vai morrer; vamos perder apenas o navio. Deus não vai nos abandonar. Duas semanas depois, a tempestade continuava castigando o navio. Os marinheiros perceberam que estavam chegando perto de terra firme e ficaram assustados, com medo que o navio fosse bater contra as rochas. Os marinheiros e todos os presos estavam com muito medo e não conseguiam nem mais comer. Paulo disse a eles: - Comam alguma coisa. Vocês precisam se alimentar para continuar vivendo.


Em seguida Paulo pegou o pão e agradeceu a Deus diante de todos. Então eles se encheram de coragem e também comeram. Depois que todos comeram, jogaram o trigo no mar para o navio ficar mais leve.


Quando amanheceu, todos avistaram terra firme e fizeram o possível para o navio chegar até lá, mas o navio bateu num banco de areia e ficou encalhado. A parte da frente ficou presa e a de trás começou a ser arrebentada pela força das ondas e da tempestade. Então, Júlio, o oficial romano disse: - Joguem-se na água e tentem nadar até a praia e quem não souber nadar que tente se agarrar aos pedaços de tábuas do navio.


E foi assim que, depois do susto, todos conseguiram chegar a terra firme, sãos e salvos.

História baseada em Atos 27

Obs.: Lição extraída da Revista 'O Amigo das Crianças' N°. 35 setembro/outubro de 2011, da Editora Sinodal (Base teológica - Igreja Luterana). Essa postagem tem o propósito de divulgar esse precioso material.


Anexos



3 comentários:

  1. Muito linda essa fato q aconteceu com o amado apostolo Paulo. História q mostra o livramento
    do Senhor. Abraços meu irmão fica na paz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Irmã Nal... Graça e Paz!
      Que bom que temos pessoas próximas que podemos contar. O que seria de cada um sem aquele vizinho prestativo e voluntário. Que bom ser também um bom vizinho. E que bom que temos amigos longe, que nunca se vimos mas, nos encontramos e conhecemos pela vontade de Deus, você é uma delas. Obrigado pelos comentários no blog 'Apascentar os Pequeninos'.

      Excluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...