quinta-feira, 22 de maio de 2014

O gatinho e a cobra


O gatinho e a cobra

Li certa vez a história de um gatinho corajoso que salvou a vida de uma criancinha. Gostaria de ouvir a história?

O gatinho gostava demais de uma briga de verdade. Quando não conseguia que alguma criatura viva brigasse com ele, então pegava um objeto qualquer e fazia de conta que brigava. Por estranho que parecesse, seus objetos prediletos para esse fim eram compridos e redondos: um cabo de vassoura, uma vara, um pedaço de corda grossa.
Um belo dia, o nenê estava brincando na varanda. O gatinho  que estava por perto, avistou de repente um objeto comprido, redondo e preto. Não era cabo de vassoura, nem pedaço de corda, pois era vivo: vinha se movendo pelo chão a fora em direção ao bebê.

O gatinho talvez não soubesse que se tratava de uma cobra venenosa que ia atacar a criancinha, mas como ele dava a vida por uma boa briga, lançou-se sobre a cobra, inocentemente, com toda a força. A cobra ficou surpresa com o ataque repentino do bichinho, que lhe fincava os dentes aguçados, ora aqui, ora ali, e rosnava a valer.

Dentro de poucos segundos a mamãe de nenê ali estava em atenção aos gritos da criancinha. Agarrou depressa  o nenê para ver se estava ferido. Em uma das perninhas viu umas marcas das presas da cobra, porém não estavam avermelhadas nem inchadas. Viu então o gatinho, caído no chão, todo mordido e inchado, morto pela cobra.

Então a mãe compreendeu o que tinha acontecido. O gatinho não tinha abandonado a luta, embora a cobra o houvesse mordido repetida vezes até que ele ficara tão fraco  que não podia lutar mais. Então, antes de ir embora, a cobra tinha dado  um bote na perninha da criança, mas já não tinha mais veneno, e assim a vida  da criança foi salva.

Quando li essa história, lembre-me de alguém que voluntariamente recebeu a mordedura venenosa do pecado  e da morte, morrendo em meu lugar. Foi o Senhor Jesus. O gatinho valente, contudo, não sabia o que estava fazendo. O Senhor Jesus sabia do veneno do nosso pecado. Sabia também do castigo que o nosso pecado merecia, mas voluntariamente tomou esse castigo, morrendo na cruz para que pudéssemos ter a vida eterna, tudo isso por amor.

Agora não há mais ferrão venenoso da morte para quem tem Jesus como seu Salvador. Meu filho (a), você já está confiando em Jesus? Se não está, por que não se entrega a Ele agora? É só confessar a Ele o seu pecado e como você precisa de um salvador, recebendo-o agora.
“Mas Ele foi transpassado pelas nossas transgressões, e moído pelas nossas iniquidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre Ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados!” Isaías 53.5


Fonte: Folheto evangelístico da SBF (Sociedade Brasileira de Folhetos)


Para colorir bem bonito e fazendo uso da figura conte a ilustração para alguém!

2 comentários:

  1. Linda essa história para ensinar as crianças sobre o amor incondicional de Jesus. Muito bom.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente irmã Nal, Essa pequena ilustração contada de forma informal faz menção a palavra de Deus e ao final teremos falado de Cristo! Muito grato pela visita.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...