terça-feira, 27 de setembro de 2011

A Cigarra e a Formiga


Num bosque verdejante, durante o verão. um grupo de cigarras ocupava-se o dia todo cantando.


No solo desse bosque, um formigueiro esforçava-se para recolher o máximo de grãos de trigo, em preparação para o inverno rigoroso.


As cigarras viam o movimento das formigas e se perguntavam: -Para que tanta pressa, se ainda falta muito tempo para o inverno? Mas o outono ia chegando e, aos poucos as folhas das árvores começavam a cair. Ocupadas em cantar, as cigarras nem ligavam.


De repente, as folhas amareladas não serviam mais para a refeição das cigarras e era difícil cantar, sentindo frio e fome. Mas as cigarras cantaram até o último instante. Até a última folha cair.


Agora, enquanto a neve caía, as formigas se recolhiam para as suas casinhas bem aquecidas, e com comida para o inverno. Uma formiguinha limpava a frente de sua casa, aprontando-se para entrar, quando viu uma cigarra aproximar-se.


A cigarra tremia de frio, estava faminta e muito magra. A formiga, vendo-a daquele jeito. perguntou: -Dona cigarra, que surpresa! Faz tempo que não a ouço cantar, o que aconteceu?


A cigarra, orgulhosa, não queria mostrar que passava necessidades. -É que eu peguei uma gripe muito forte. Por isso, não posso cantar. A formiguinha ficou penalizada. -Que pena! Espero que recupere sua voz logo, dona cigarra.


E a cigarra, vendo que a formiga era simpática, disse: -Com esse frio, vai ser difícil, dona formiga. Mas se me deixar entrar, eu ficarei boa e poderei cantar para animar o formigueiro.


A formiga deixou-a entrar. Em pouco tempo, a cigarra se recuperou e começou a cantar, muito emocionada e contente com a bondade da formiga.


Moral: Devemos trabalhar no tempo certo, para que não nos falte com o que viver no futuro.


Essa estória foi extraída do blog...


Nele você encontra inúmeras lições e atividades
de muito bom gosto. Visitem!

6 comentários:

  1. Esta fábula traz lições preciosas. E uma delas é a de que devemos sempre fazer o bem, mesmo quando achamos que àquela pessoa não merece.

    ResponderExcluir
  2. Amo essa fábula da Cigarra e a Formiga, e já fiz trabalhos muito diversificados em sala de aula com meus pequeninos, utilizando essa história como base.

    Fundo moral, possibilidade de criação e recriação, princípios bíblicos... Enfim, um texto completo que certamente é muitíssimo útil para professores que trabalham além das ilustrações e da contação de histórias, simplesmente, mas semeiam valores enquanto ensinam.

    Excelente publicação!

    Paz do Senhor.

    ResponderExcluir
  3. Irmã Edenícia ... a senhora tem razão na sua observação! Pois Deus haja assim conosco, mesmo não merecedores, alcançamos a sua graça, ou seja, o seu favor! Gracias pelo comentário!

    ResponderExcluir
  4. Elaine... sua visita e comentário é muito bem-vindo! Muitos professores não aceitam o ensino de fábulas no culto infantil, eu acredito que elas podem nos auxiliar no ensino da Bíblia ou quando queremos incentivar uma postura ou bom comportamento ou ações corretas que devemos ter. Isso ocorre de maneira bem lúdica. Agora é bom lembrar que elas, no entanto, não devem substituir a importância e riqueza do ensino Bíblico!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...