segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Jesus e a mulher samaritana

      

Um milagre junto ao poço

"Se alguém tem sede, vem a mim e beba!" João 7.37b
Leitura Bíblica: João 4.1-42

1 Os fariseus ouviram dizer que Jesus estava ganhando mais discípulos e batizava mais pessoas do que João.


2 ( De fato, não era Jesus quem batizava, e sim os seus discípulos. ) 3 Quando Jesus ficou sabendo disso, saiu da Judéia e voltou para a Galiléia. No caminho, ele tinha de passar pela região da Samaria. 5 Ele chegou a uma cidade da Samaria, chamada Sicar, que ficava perto das terras que Jacó tinha dado ao seu filho José. 6 Ali ficava o poço de Jacó. Era mais ou menos meio-dia quando Jesus, cansado da viagem, sentou-se perto do poço.


7 Uma mulher samaritana veio tirar água, e Jesus lhe disse: —Por favor, me dê um pouco de água. 8 ( Os discípulos de Jesus tinham ido até a cidade comprar comida. ) 9 A mulher respondeu: —O senhor é judeu, e eu sou samaritana. Então como é que o senhor me pede água? ( Ela disse isso porque os judeus não se dão com os samaritanos. )


10 Então Jesus disse: —Se você soubesse o que Deus pode dar e quem é que está lhe pedindo água, você pediria, e ele lhe daria a água da vida. 11 Ela respondeu: —O senhor não tem balde para tirar água, e o poço é fundo. Como é que vai conseguir essa água da vida? 12 Nosso antepassado Jacó nos deu este poço. Ele, os seus filhos e os seus animais beberam água daqui. Será que o senhor é mais importante do que Jacó? 13 Então Jesus disse: —Quem beber desta água terá sede de novo, 14 mas a pessoa que beber da água que eu lhe der nunca mais terá sede. Porque a água que eu lhe der se tornará nela uma fonte de água que dará vida eterna. 15 Então a mulher pediu: —Por favor, me dê dessa água! Assim eu nunca mais terei sede e não precisarei mais vir aqui buscar água. 16 —Vá chamar o seu marido e volte aqui! —ordenou Jesus. 17 —Eu não tenho marido! —respondeu a mulher. Então Jesus disse: —Você está certa ao dizer que não tem marido, 18 pois já teve cinco, e este que você tem agora não é, de fato, seu marido. Sim, você falou a verdade. 19 A mulher respondeu: —Agora eu sei que o senhor é um profeta! 20 Os nossos antepassados adoravam a Deus neste monte, mas vocês, judeus, dizem que Jerusalém é o lugar onde devemos adorá-lo.


21 Jesus disse: —Mulher, creia no que eu digo: chegará o tempo em que ninguém vai adorar a Deus nem neste monte nem em Jerusalém. 22 Vocês, samaritanos, não sabem o que adoram, mas nós sabemos o que adoramos porque a salvação vem dos judeus. 23 Mas virá o tempo, e, de fato, já chegou, em que os verdadeiros adoradores vão adorar o Pai em espírito e em verdade. Pois são esses que o Pai quer que o adorem. 24 Deus é Espírito, e por isso os que o adoram devem adorá-lo em espírito e em verdade. 25 A mulher respondeu: —Eu sei que o Messias, chamado Cristo, tem de vir. E, quando ele vier, vai explicar tudo para nós. 26 Então Jesus afirmou: —Pois eu, que estou falando com você, sou o Messias. 27 Naquele momento chegaram os seus discípulos e ficaram admirados, pois ele estava conversando com uma mulher. Mas nenhum deles perguntou à mulher o que ela queria. E também não perguntaram a Jesus por que motivo ele estava falando com ela.


28 Em seguida, a mulher deixou ali o seu pote, voltou até a cidade e disse a todas as pessoas: 29 —Venham ver o homem que disse tudo o que eu tenho feito. Será que ele é o Messias? 30 Muitas pessoas saíram da cidade e foram para o lugar onde Jesus estava.


31 Enquanto isso, os discípulos pediam a Jesus: —Mestre, coma alguma coisa! 32 Jesus respondeu: —Eu tenho para comer uma comida que vocês não conhecem. 33 Então os discípulos começaram a perguntar uns aos outros: —Será que alguém já trouxe comida para ele? 34 —A minha comida—disse Jesus—é fazer a vontade daquele que me enviou e terminar o trabalho que ele me deu para fazer. 35 Vocês costumam dizer: “Daqui a quatro meses teremos a colheita. ” Mas olhem e vejam bem os campos: o que foi plantado já está maduro e pronto para a colheita. 36 Quem colhe recebe o seu salário, e o resultado do seu trabalho é a vida eterna para as pessoas. E assim tanto o que semeia como o que colhe se alegrarão juntos. 37 Porque é verdade o que dizem: “Um semeia, e outro colhe.” 38 "Eu mandei vocês colherem onde não trabalharam; outros trabalharam ali, e vocês aproveitaram o trabalho deles."


39 Muitos samaritanos daquela cidade creram em Jesus porque a mulher tinha dito: “Ele me disse tudo o que eu tenho feito.” 40 Quando os samaritanos chegaram ao lugar onde Jesus estava, pediram a ele que ficasse com eles, e Jesus ficou ali dois dias. 41 E muitos outros creram por causa da mensagem dele.42 Eles diziam à mulher: —Agora não é mais por causa do que você disse que nós cremos, mas porque nós mesmos o ouvimos falar. E sabemos que ele é, de fato, o Salvador do mundo.







2 comentários:

  1. Oi Fausto,

    Gosto muito desses visuais. É muito bom poder encontrá-los aqui no seu blog.

    Deus te abençoe.

    Karolline Poerner

    ResponderExcluir
  2. Irmã Karolline... Graça e Paz! Como sempre prestativa e atenciosa com os amigos e irmãos. Sua visita e comentário sempre me traz grande alegria! O seu trabalho é um modelo de dedicação, para nós! Fica com Deus!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...