sexta-feira, 5 de outubro de 2012

José

José e a mulher de Potifar
Gênesis 39 (Parte III)
1 José foi levado para o Egito, onde os ismaelitas o venderam a um egípcio chamado Potifar, um oficial que era o capitão da guarda do palácio. 2 O SENHOR Deus estava com José. Ele morava na casa do seu dono e ia muito bem em tudo.


3 O dono de José viu que o SENHOR estava com ele e o abençoava em tudo o que fazia. 4 Assim, José ganhou a simpatia do seu dono, que o pôs como seu ajudante particular. Potifar deu a José a responsabilidade de cuidar da sua casa e tomar conta de tudo o que era seu. 5 Dali em diante, por causa de José, o SENHOR abençoou o lar do egípcio e também tudo o que ele tinha em casa e no campo. 6 Potifar entregou nas mãos de José tudo o que tinha e não se preocupava com nada, a não ser com a comida que comia. José era um belo tipo de homem e simpático. 7 Algum tempo depois, a mulher do seu dono começou a cobiçar José. Um dia ela disse: —Venha, vamos para a cama.

8 Ele recusou, dizendo assim: —Escute! O meu dono não precisa se preocupar com nada nesta casa, pois eu estou aqui. Ele me pôs como responsável por tudo o que tem. 9 Nesta casa eu mando tanto quanto ele. Aqui eu posso ter o que quiser, menos a senhora, pois é mulher dele. Sendo assim, como poderia eu fazer uma coisa tão imoral e pecar contra Deus? 10 Todos os dias ela insistia que ele fosse para a cama com ela, mas José não concordava e também evitava estar perto dela. 11 Mas um dia, como de costume, ele entrou na casa para fazer o seu trabalho, e nenhum empregado estava ali. 12 Então ela o agarrou pela capa e disse: —Venha, vamos para a cama. Mas ele escapou e correu para fora, deixando a capa nas mãos dela.


13 Quando notou que, ao fugir, ele havia deixado a capa nas suas mãos, 14 a mulher chamou os empregados da casa e disse: —Vejam só! Este hebreu, que o meu marido trouxe para casa, está nos insultando. Ele entrou no meu quarto e quis ter relações comigo, mas eu gritei o mais alto que pude. 15 Logo que comecei a gritar bem alto, ele fugiu, deixando a sua capa no meu quarto. 16 Ela guardou a capa até que o dono de José voltou. 17 Aí contou a mesma história, assim: —Esse escravo hebreu, que você trouxe para casa, entrou no meu quarto e quis abusar de mim. 18 Mas eu gritei bem alto, e ele correu para fora, deixando a sua capa no meu quarto. 19 Veja só de que jeito o seu escravo me tratou! Quando ouviu essa história, o dono de José ficou com muita raiva.


20 Ele agarrou José e o pôs na cadeia onde ficavam os presos do rei. E José ficou ali. 21 Mas o SENHOR estava com ele e o abençoou, de modo que ele conquistou a simpatia do carcereiro. 22 Este pôs José como encarregado de todos os outros presos, e era ele quem mandava em tudo o que se fazia na cadeia.


23 O carcereiro não se preocupava com nada do que estava entregue a José, pois o SENHOR estava com ele e o abençoava em tudo o que fazia.

Link para a Parte II

2 comentários:

  1. Faustoooo, muito obrigada pela visita no meu blog e por retribuir me seguindooooo no meu bloguinho "Trequinhos da Nádia" Vc tem tantosssss seguidoes e teve um tempinho de ver meu bloguinho, muito obrigada tbm!!!! *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Irmã Nádia... Procuro ter um tempinho para todos. O blog não começou com centenas de seguidores mais com, um dois,... e tento ser grato - na medida do possível a todos, que de forma tão carinhosa nos motiva e incentiva. Fique com Deus!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...