terça-feira, 18 de setembro de 2012

Daniel na Cova dos Leões


Vamos ler uma história hoje?
Pode ser a história de Daniel na cova dos leões?
Boa! Onde fica?
Fica no capítulo 6 do livro de Daniel


No ano de 539 a.C. Ciro, rei dos persas conquistou a Babilônia e se torna um império mundial. Poucos anos depois Dario toma o trono e com ele o império Persa atinge seu apogeu. Dario dividiu seu vasto império para ser governado por 120 sátrapas que prestavam contas a 3 supervisores. Daniel era um deles três.


Ora, Daniel se destacou entre os governadores tanto, que o rei planejava colocá-lo à frente do governo de todo o império. Os sátrapas ficaram com inveja e procuraram motivos para acusar Daniel,. procuraram achar defeitos em sua administração mas, Daniel era fiel, honesto, dedicado e competente.


Por não acharem nada do que acusar Daniel, estes homens ambiciosos tramaram uma armadilha. Chegaram a conclusão que a única coisa que podiam atacar era a lei do Deus dele - diferente de todos os demais. Finalmente foram a presença do rei Dario para apresentar uma proposta ardilosa.


-Viva, ó rei Dario, viva para sempre! Todos os supervisores reais, os sátrapas e os conselheiros concordaram em que o rei deve emitir um decreto ordenando honra máxima ao rei. Todo aquele que nos próximos 30 dias adorar a qualquer outro deus ou homem, seja atirado na cova dos leões.


Agora, ó rei Dario, assine este decreto, para que seja emitido, divulgado e cumprido. Que seja uma lei digna dos medos-persas que é certa e não volta atrás. O rei ficou envaidecido, gostou da honra que os seus súditos lhe prestariam e, sem pensar muito, assinou e selou a nova lei.


Uma cópia da lei foi para Daniel, que ficou estarrecido e muito preocupado. Daniel foi para sua casa e na janela que a pontava na direção de Jerusalém, começou a orar e a chorar em alta voz. Era seu costume de fazer isto todos os dias, três vezes ao dia, mas desta vez as lágrimas jorraram copiosamente.


Os sátrapas foram lá ver se Daniel estava diante da janela orando ao seu Deus e foram logo contar a "novidade" ao rei. Foi aí, que o rei caiu em si e percebeu a cilada em que caiu. Queria por tudo salvar o servo fiel, mas a lei, por princípio medo-persa, não podia voltar atrás. O grande rei Dario ficou pequeno.


Então o rei deu ordens para trazerem Daniel para ser jogado aos leões. O rei olhou nos olhos de Daniel e falou: - Preciso cumprir a lei. Que o seu Deus, a quem você serve tão fielmente, o livre! Levaram Daniel à cova e em seguida fecharam a entrada com uma grande pedra.


Fez-se um silêncio. Sem dizer uma palavra a comitiva voltou ao palácio. Lá dentro da cova Daniel sentou numa pedra e orava a Deus. Parece que os leões, embora famintos, nem perceberam sua presença... por enquanto... Daniel nem ousava abrir seus olhos e orava sem cessar.


De volta ao seu palácio, o rei ficou muito triste. Não conseguiu dormir, nem comer e beber... só pensava na maldade que fizeram com Daniel. Ainda de madrugada, quando o sol estava por nascer, foi correndo para a cova dos leões ver como Daniel estava.


De longe já gritava: - Daniel, meu bom Daniel, o seu Deus conseguiu livrá-lo dos leões? Conseguiu? Daniel respondeu: - Ó rei Dario, viva para sempre! O meu Deus enviou o seu anjo que fechou a boca dos leões! Louvado seja o altíssimo! Os leões não me fizeram mal algum, assim como eu também não lhes fiz.


O rei muito se alegrou. Mandou logo que tirassem Daniel dali. Assim que ele saiu, todos quiseram ver o que tinha acontecido a Daniel e viram que não havia sinal de luta nem ferimentos. Daniel havia confiado em seu Deus. Todos ficaram impressionados, mas o rei, não cabia em si de tão contente.


Imediatamente, chamou seus oficiais e deu uma nova ordem: - Tragam os conselheiros e sátrapas que acusaram Daniel e joguem na cova dos leões. E assim se fez. Ouviu-se muitos ruídos dos leões vorazes, que os atacaram e despedaçaram todos os seus ossos.


Em seguida, chamou seus conselheiros e promulgou uma nova lei, que fora escrito em todas as línguas do seu reino: - Que me todos os meus domínios do império, os homens temam o Deus de Daniel, pois ele é o Deus vivo e seu domínio jamais acabará! Ele livra e salva. Adorem o altíssimo!


Dá o que pensar,né?
Sim, dá o que pensar.
A,manhã tem mais!



Anexo


ARCO - Arte e Comunicação | Mig e Meg
(55) - 41 3027-4402 / 11 2626-4402
(55) - 41 3272-3103 / 21 3005-4402

Você pode baixar essa e outras histórias
em slides ( Power Point) acesse:


                


(*Postado com Permissão)

Quero agradecer de coração a Editora Arco, pela permissão da postagem e pela liberalidade de uso gratuito das histórias em slides. Que Deus os faça prosperar. Essa é uma empresa que sonha e realiza! E a VC ministro de crianças que já utilizou esse material, procure adquiri-lo incentivando a continuidade desse trabalho, vc pode utiliza-lo na evangelização e como premiação! Não esqueça que são muitos os profissionais envolvidos para confecção desse material e o custo advindo dele é real. Vamos colaborar. Segue a sugestão e obrigado a todos!

3 comentários:

  1. Irmã Ligiane... Graça e Paz! Quero agradecer por estar seguindo ao blog 'Apascentar os Pequeninos'. Para mim é uma honra ter o apoio e incentivo de uma pessoa tão ilustre e dedicada, diga-se de passagem, organizar e manter 4 sites, precisa mesmo de muito talento. Parabéns por tanta dedicação, principalmente com os pequeninos. Deus viu algo perfeito ao olhar na terra, o perfeito louvor das crianças. Falar do amor de Deus a elas é um privilégio. Seja bem vinda a esse humilde espaço. Conte com meu apoio também. Fique com Deus e um forte abraço!

    ResponderExcluir
  2. Lindo! Parabéns. Que Deus continue abençoando.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu que agradeço o apoio, a visita e o comentário! Fique com Deus!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...