terça-feira, 25 de junho de 2013

Dorcas


objetivos: Possibilitar que as crianças vivenciem experiências que demonstrem que o amor de Deus nos motiva servir através dos nossos dons. Que os nossos dons podem ser colocados a serviço do nosso próximo e podem fazer grande diferença na vida deles e nas nossas também.
Conteúdos: A vida da Igreja de Cristo é movida pelo dom do amor, é vida em família – a família de fé, vivendo a experiência de ser corpo e ter Cristo como cabeça, sendo um para que o mundo creia que Deus enviou seu Filho, para que a salvação fosse ofertada a todos. A vida na comunidade de fé e graça que promove acolhimento, possibilita amor próprio adequado, alimenta, cuida, dá suporte, renova a alegria, promove a cura das feridas emocionais, fazendo com que a comunidade possa desenvolver o seu compromisso missionário de proclamar, batizar e fazer discípulos/as.
Ambientação: A mesa litúrgica hoje deve ser coberta com uma toalha feita de retalhos e conter objetos que estejam associados ao oficio de costureira: tesoura, tecidos, cones de linhas, metro, agulhas etc., Bíblia e um jarro com flores. Tenha num canto do altar uma máquina de costura e uma costureira terminando de costurar uma túnica.
Versículo tema Amai-vos cordialmente uns aos outros com amor fraternal, preferindo- -vos em honra uns aos outros. (Romanos 12.10)
Leitura bíblica: “Rogo-vos, pois, eu, o prisioneiro no Senhor, que andeis de modo digno da vocação a que fostes chamados, com toda a humildade e mansidão, com longanimidade, suportando-vos uns aos outros em amor, esforçando-vos diligentemente por preservar a unidade do Espírito no vínculo da paz; há somente um corpo e um Espírito, como também fostes chamados numa só esperança da vossa vocação; há um só Senhor, uma só fé, um só batismo; um só Deus e Pai de todos, o qual é sobre todos, age por meio de todos e está em todos. Mas, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é o cabeça, Cristo, de quem todo o corpo, bem ajustado e consolidado pelo auxílio de toda junta, segundo a justa cooperação de cada parte, efetua o seu próprio aumento para a edificação de si mesmo em amor.”
(Efésios 4.1-6, 15-16).
Sensibilização: Dizer às crianças que 1 Coríntios 12.4-9 diz que existem vários tipos de dons, mas que todos são dados pelo Espírito Santo de Deus e sempre com finalidade de serem aproveitados no corpo de Cristo. Isso quer dizer que o Espírito Santo tem um dom guardado para ser dado a cada um de nós, desde que estejamos comprometidos com Deus. Então, ao recebermos os nossos dons, temos que usá-los para o benefício das outras pessoas do corpo de Cristo e para o crescimento do Reino de Deus.
Dinâmica: Tenha uma caixinha e um cartão escrito: “Vale um mês de sorvetes grátis”; coloque no cupom uma data de validade que tenha vencido há uma semana. Diga às crianças que dentro da caixa você guardou uma coisa muito importante. Tire o cupom e leia e mostre espanto com a data de validade que já venceu. Demonstre tristeza e arrependimento por ter guardado seu brinde com tanto cuidado que acabou perdendo. Diga às crianças que assim são os nossos dons. Deus nos dá para os usarmos e, se os guardamos, acabamos por perdê-los. Durante essa conversa inicial, uma costureira deverá estar sentada, num canto do altar, em frente a uma máquina de costura, terminando de costurar uma túnica (a máquina de costura deve estar somente ilustrando. A costureira deve fazer o serviço de costura à mão, em silêncio, para o som da máquina não distrair as crianças). Terminado o comentário do texto bíblico, diga: que maravilha, nossa costureira terminou de costurar uma túnica! Será que alguma de nossas crianças gostaria de experimentar? Dizer que quando colocamos nossos dons a serviço de Deus, muitas coisas maravilhosas podem acontecer. O ato de costurar parece uma coisa muito simples, mas, quando a serviço do Reino de Deus, torna-se uma coisa grandiosa. Como na história que vamos contar agora.

História Bíblica: Atos 9.36-41 (Contar a história, usando imagens que podem ser ampliadas, projetadas com auxílio de um retroprojetor ou data show) Só uma mulher na Bíblia foi chamada de discípula; seu nome era Dorcas.


Morava em Jope, uma cidade da costa do Mediterrâneo, uma mulher chamada Dorcas. Ela era costureira e, com este oficio, ajudava no sustento da sua família. A Bíblia não nos dá maiores detalhes sobre a sua vida, mas nós podemos imaginar os lindos vestidos que ela fazia e túnicas bordadas, capas, estolas e muitas outras coisas. Por esse trabalho, deveria receber um bom dinheiro. Aconteceu que, um dia, Dorcas teve contato com a mensagem de Jesus e o seu amor e isso a tocou profundamente, transformando sua vida. O amor de Jesus abriu os seus olhos de para a comunidade. Como já dissemos, a cidade em que ela morava era uma cidade costeira, que tem por vocação natural a pesca. Muitos ali viviam do mar e muitos, também, morriam nele; então, naquela comunidade, havia muitas viúvas e órfãos.


Dorcas viu ali muitas pessoas que precisavam ser ajudadas e, com o seu trabalho, passou a costurar para essas pessoas, vestidos, túnicas, capas e também outras boas obras. Aquela comunidade era muito agradecida a Dorcas por essa oferta de amor; ela agora usava o seu dom para servir a Deus.


Mas, um dia aquelas pessoas ficaram muito tristes: Dorcas ficou doente e morreu. Eles não se conformavam porque não podiam fazer nada por aquela que havia feito tantas coisas por eles. Mas, quando souberam que Pedro estava em Lida, uma cidade próxima, correram até lá e relataram o ocorrido, mostrando tudo o que Dorcas havia feito e quanto ela significava para eles.


Pedro, comovido com a situação, os acompanhou até o cenáculo, lugar onde os amigos colocaram o seu corpo. Entrou no lugar onde ela estava, pediu para ficar sozinho e orou, e a chamou pelo nome; ela abriu os olhos e se levantou. Então, ele a tomou pela mão e a levou até os seus amigos, que ficaram maravilhados e felizes pelo milagre. Deus tem dado dons a cada um de nós e espera que os usemos para o bem estar de todos. Dons são para serem colocados a serviço uns dos outros com alegria e são capazes de promover a comunhão e a satisfação das necessidades. São movidos pelo amor que Deus coloca em nossos corações quando estamos ligados à Ele que é a fonte desse amor. Convidar a levantar as mãos aquelas crianças que desejam dedicar seus dons ao trabalho do Senhor servindo aos outros com alegria.

Oração: Pelas crianças e suas famílias e pela presença de Deus em suas vidas e lares. Pelo dia da EBF.

Anexos





Obs. Essa é uma postagem parcial da EBF Metodista de 2013. Que tem por objetivo divulgar esse maravilhoso material, que foi preparado com muito amor, oração e estudo da Bíblia. Slide da lição na página download.

2 comentários:

  1. Cris e Biel... Graça e Paz. Quero agradecer por estarem seguindo o blog. sejam muito bem vindo. é uma honra ter vosso apoio. Verifiquei no perfil e não encontrei se vcs tem um site. Caso tenham me comuniquem para eu visitar. Fiquem com Deus!

    ResponderExcluir
  2. Geceny... Graça e Paz! Quero agradecer por estar seguindo o blog e pelo incentivo. Seja muito bem-vindo e quando puder comente alguma coisa. Verifiquei o perfil e não encontrei se vc tem um site. Caso tenha me comunique para eu visita-lo. Deus te abençoe!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...