terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

Dez Pragas do Egito


 Vamos ler uma história hoje!
Pode ser a história das dez pragas do Egito?
Boa! Onde fica?
Fica nos capítulos de 4 a 12 do livro do Êxodo.


 O Senhor apareceu a Moisés dizendo: - Escutei o clamor do meu povo. Vai encontrar-se com eles para libertá-los da escravidão. Apesar da dureza do Faraó, estarei com você e farei muitos milagres. Peça-lhe que deixe meu povo ir adorar-me no deserto. Moisés pegou sua esposa e seus filhos e foi ao Egito.


 Quando Moisés chegou ao Egito, Arão veio ao seu encontro. Demorou até que Moisés convencesse Arão e os líderes do povo que Deus o havia enviado. Finalmente, foram ao Faraó - mas ele não quis saber de deixar o povo ir. Furioso, mandou que, além de fazerem os tijolos, eles também buscassem a palha.


 Na manhã seguinte, Moisés e Arão foram esperar o Faraó junto ao rio Nilo. Arão falou: - O Senhor chama seu povo. Se o Faraó não deixar seu povo ir, toda água do Egito se tornará em sangue. Como o Faraó se negou, Moisés pegou a vara e tocou no Nilo. Imediatamente a água ficou vermelha e cheirava mal.


 Alguns dias depois Deus ordenou que Moisés fosse novamente ao Faraó para pedir-lhe que deixasse o povo ir. Desta vez, Deus mandaria uma praga de rãs, que sairiam do Nilo e invadiriam todos os lares, em toda parte, nas camas, nas panelas... E assim foi. Esta foi a segunda praga.


 Agora Arão encostou a vara no pó do Egito, que se transformou em muitos piolhos. Havia piolho por todo lado. Todo mundo se coçava... todo egípcio e todo animal egípcio! Até os magos, acostumados a magia negra, reconheceram que só Deus podia fazer isto. Mas o Faraó permaneceu inflexível.


 Depois, Moisés e Arão foram novamente ao Faraó, dizendo: - Deixa meu povo ir, ou Deus mandará uma praga de moscas. Assim, enxames de moscas invadiram o palácio e as residências dos egípcios. Havia mosca por todo lado: na comida, no chão... mas na terra dos israelitas não havia mosca não.


 Outra vez o Senhor pediu a Moisés que se apresentasse ao faraó, e a mão do Senhor pesaria sobre os rebanhos egípcios. Dito e feito. todos os cavalos, jumentos, camelos, bois e ovelhas que estavam no campo morreram. O Faraó mandou verificar os rebanhos dos Israelitas e constatou que ali nada havia acontecido.


 Desta vez, o Senhor pediu a moisés levasse cinza e jogasse no ar, diante do Faraó e seus magos. Esta cinza espalhou-se por todo o Egito, e onde encostava, em homens e animais, nasciam feridas purulentas. Apesar do sofrimento dele e do seu povo, o Faraó não atendeu ao pedido de Moisés.


 Cedo, na manhã seguinte, Moisés entregou um novo recado: - Ou você deixa meu povo ir, ou haverá uma chuva de granizo como nunca se viu. Os egípcios prudentes começaram a acreditar em Moisés e foram rapidamente recolher seus animais. Faraó deixou o povo ir, mas arrependeu-se assim que a tempestade parou.


 O Senhor usou o coração endurecido de Faraó para que todos pudessem entender quem era o verdadeiro Deus. A praga! Gafanhotos! Nuvens de gafanhotos vieram e comeram tudo: plantas, grama, árvores...Faraó suplicou e Moisés orou a Deus que mandou um vento que levou os gafanhotos para o mar.


 Desta vez, Moisés estendeu sua mão ao céu e uma densa treva sobreveio ao Egito. Durante três dias seguidos, os egípcios não puderam fazer nada, pois tudo estava escuro como breu. Na terra dos israelitas havia luz. O Faraó começou a ceder, mas Deus queria todo o povo, com seus pertences e animais.


 Então Deus instituiu a Páscoa. Sempre, no primeiro mês, eles deveriam comer pão sem fermento, ervas amargas e sacrificar um cordeiro perfeito. O pão sem fermento era símbolo da saída apressada. As ervas amargas simbolizavam a escravidão que ficava para trás. O sangue do cordeiro morto salvaria a casa.


 Quem passasse um pouco do sangue do cordeiro nos umbrais da porta da casa escaparia da última praga - a morte dos primogênitos. A meia noite o anjo passou e matou todo primogênito. Até o filho mais velho do Faraó morreu. Finalmente o Faraó cedeu e ordenou que o povo saísse depressa.


 Os egípicios deram presentes, ouro e prata para compensarem os muitos anos de escravidão. Todo o povo ajuntou-se: pais, filhos, animais e pertences. Moisés e seu cajado ia a frente e todo o povo atrás se pôs em marcha. A escravidão ficava para trás, e, à frente, -  a tão sonhada Terra Prometida.


 Dá o que pensar, né?
Sim, dá o que pensar!
Amanhã tem mais!


Anexo


Quero agradecer de coração a Editora Arco, pela permissão da postagem e pela liberalidade de uso gratuito das histórias em slides. Que Deus os faça prosperar. Essa é uma empresa que sonha e realiza! E a você, ministro de crianças que já utilizou esse material, procure adquiri-lo incentivando a continuidade desse trabalho. Você pode utiliza-lo na evangelização e como premiação também! Não esqueça que são muitos os profissionais para confecção desse material e o custo advindo dele é real. Vamos colaborar. Segue a sugestão e obrigado a todos!

Mig e Meg na Rede

11 comentários:

  1. Olá Tio Fausto, recebi um selinho de presente e resolvi seguir as regras, qualquer coisa passa lá no meu blog e confere. Deus abençoe!

    ResponderExcluir
  2. ESQUECI DE DEIXAR O LINK: http://www.sementinhamissionaria.com.br/search/label/SELINHOS%20RECEBIDOS?&max-results=1

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Raquel Rocha... Graça e Paz! Desculpe a demora em responder pois estou numa correria só! Estou muito agradecido pela indicação e pelo selo. Já tenho uma lista de blogs, vou apenas acrescentar o selo e divulgar seu blog! Não lembro de ter indicado, mas caso tenha feito, vou repetir. Quero indicar os três primeiros selos que recebi , passe no blog e retire no marcador Selos! Fique com Deus!

      Excluir
  3. Deus continue abençoando esse grande ministério. Parabéns pela postagem das pragas do Egito bem criativo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nal...Graça e Paz! Parabéns por este dia maravilhoso em homenagem ao seu dia. Mulher, mãe e serva de Deus! Ainda virtuosa. É uma alegria ter sua amizade e apoio, vejo vc sempre deixando algum comentário no blog e peço perdão por não corresponder de igual forma sempre, devido a inúmeras correrias. Mas peço a Deus que a abençoe grandemente por seu coração tão bom e acolhedor! Fique com Deus!

      Excluir
  4. Carolina...Graça e Paz! Quero agradecer pela visita e comentário deixado no blog Apascentar os Pequeninos. Em retribuição ao convite estou aqui visitando e conhecendo sua linda página. Parabéns por tanta dedicação e carinho com os pequenino. Fico muito feliz de saber que por este Brasil existem muitas pessoas ainda comprometidas com o Reino de Deus e a Evangelização. Deixo ainda o convite para seguir o blog APASCENTAR, caso queira e ainda não o siga, para mim será uma honra te-la entre os amigos do blog. Fique com Deus!

    ResponderExcluir
  5. Andreia e Silvana... Graça e Paz! Quero agradecer por estarem seguindo o blog. Vosso apoio e um grande incentivo nessa caminhada. Olhei vossos perfis e não identifiquei que vcs tenham site. Caso tenham me mande o endereço para eu visitar. Sejam bem vindo e volte sempre! Fiquem com Deus!

    ResponderExcluir
  6. Ronaldo... Graça e Paz! Quero agradecer por estar seguindo o blog. Seu apoio e incentivo é uma benção. Volte mais vezes e não deixe de comentar. Olhei seu perfil e não encontrei se vc tem um site. Caso tenha me mande o endereço para eu visitar! Fique com Deus!

    ResponderExcluir
  7. Muito obrigado pelas historia tem me ajudado muito que deus abençoe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Josiane..Deus te abençoe nas suas ministrações, graça sejam multiplicadas sobre sua vida e dos pequeninos!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...